Número total de visualizações de página

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Escolhe viver sem drogas!


quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

http://www.pordata.pt/

Dados Estatísticos Importantes

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Será que vale a pena?


Cigarro? Para quê?


sábado, 12 de janeiro de 2013

"O Beijo"

"O Beijo" de Gustav Klimt


quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Regulamento do Concurso de Fotografia



“SENTIMENTOS”

ENQUADRAMENTO
O concurso “SENTIMENTOS” é um concurso de fotografia integrado no Projeto Promoção da Saúde do Agrupamento de Escolas de Águas Santas, aberto à participação de todos os alunos do 5º ao 12º ano de escolaridade. A fotografia pelo prazer de captar e fixar imagens está ao alcance de todos e é uma forma de expressão artística dinâmica. 

CAPÍTULO I
OBJETIVOS
1.1. O concurso tem como objetivos sensibilizar os jovens para a existência de diversas formas de sentimentos e para a capacidade de observação do meio que os rodeia, incentivando-os a desenvolver e a valorizar competências técnicas e de criatividade no âmbito da fotografia.
1.2 Todos os trabalhos a concurso serão expostos na Biblioteca da Escola.

CAPÍTULO II
CONCORRENTES
1. Os concorrentes podem apresentar-se individualmente ou em equipas. Cada equipa deverá ser constituída até ao limite máximo de 2 participantes.
2. Cada participante – individualmente ou em equipa - poderá apresentar até dois trabalhos em fotografia.
  
CAPÍTULO III
ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACESSO
1. Os participantes deverão apresentar as fotografias com as seguintes especificidades:
I – As fotografias a cor ou a preto e branco terão como tema “Sentimentos”.
II – As fotografias deverão ter o formato mínimo de 15x20 e o máximo de 30x40.
III – Cada fotografia deverá ter inscrito no verso um título que exprima o significado da imagem.
IV – Cada fotografia deve ser acompanhada de uma memória descritiva onde conste o título da fotografia e uma breve descrição do local, a data em que foi feito o registo fotográfico e /ou a razão da sua apresentação a concurso.

CAPÍTULO IV
ENTREGA DOS TRABALHOS
1. Os trabalhos devem ser entregues até ao dia 31 de janeiro de 2013 na Biblioteca da Escola.
2. Os concorrentes devem apresentar:
- as fotografias e respetivas memórias descritivas em envelope fechado onde conste no exterior o nome do concorrente ou o nome da equipa concorrente e a menção: Concurso “SENTIMENTOS”.

CAPÍTULO V
JÚRI
1. As fotografias serão apreciadas por um júri a definir o qual deliberará até dia 15 de fevereiro.
2 O Júri reserva-se o direito de não atribuir prémios se a falta de qualidade dos trabalhos o justificar e atribuir prémios ex aequo.
4. Da decisão do Júri não cabe reclamação.
5. Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos por deliberação do júri.

CAPÍTULO VI
PRÉMIOS
1. Serão atribuídos prémios aos 3 concorrentes/equipas melhor classificados.
2. Todos os concorrentes receberão um certificado de participação.
3. Os prémios para as equipas serão divididos em partes iguais pelos membros das equipas.
4. Os concorrentes premiados serão avisados através de notificação ao Diretor da turma à qual pertencem os vencedores.

Regulamento do Concurso LITERÁRIO


“VIOLÊNCIA”

ENQUADRAMENTO
O concurso VIOLÊNCIA é um concurso literário integrado no Projeto Promoção da Saúde do Agrupamento de Escolas de Águas Santas, aberto à participação de todos os alunos do 5º ao 12º ano de escolaridade. A escrita pelo prazer de exprimir sentimentos e alertar para o que nos rodeia está ao alcance de todos e é uma forma de expressão artística dinâmica. 

CAPÍTULO I
OBJETIVOS
1.1. O concurso tem como objetivos sensibilizar os jovens para a existência de diversas formas de violência e para a capacidade de observação do meio que os rodeia incentivando-os a desenvolver e a valorizar competências técnicas e de criatividade no âmbito da escrita.
1.2 Todos os trabalhos a concurso serão expostos/divulgados na Biblioteca da Escola.

CAPÍTULO II
CONCORRENTES
1. Os concorrentes podem apresentar-se individualmente ou em equipas. Cada equipa deverá ser constituída até ao limite máximo de 2 participantes.
2. Cada participante – individualmente ou em equipa - poderá apresentar até dois trabalhos.
  
CAPÍTULO III
ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACESSO
1 - São admitidas a concurso as produções escritas em Português nas seguintes modalidades:
a) Poema;
b) Prosa.   
2 - Os participantes deverão apresentar os textos/poemas com as seguintes especificidades:
I – O poema não deverá exceder 1 página A4 com espaço e meio entre linhas, com tipo de letra Arial, tamanho 11.
II – O trabalho em prosa deverá ter até 2 páginas A4 com espaço e meio entre linhas, com tipo de letra Arial, tamanho 11. Todas as margens da página devem ser de 2 cm.

CAPÍTULO IV
ENTREGA DOS TRABALHOS
1. Os trabalhos devem ser entregues até ao dia 31 de janeiro de 2013 na Biblioteca da Escola.
2. Os concorrentes devem apresentar os trabalhos em envelope fechado onde conste no exterior o nome do concorrente ou o nome da equipa concorrente e a menção: Concurso Literário “VIOLÊNCIA”.
3 – Os trabalhos deverão também ser entregues em formato digital. Para tal, deverão ser enviados para o email gps.aescas@gmail.com.

CAPÍTULO V
JÚRI
1. Os textos serão apreciados por um júri a definir o qual deliberará até dia 15 de fevereiro.
2 O Júri reserva-se o direito de não atribuir prémios se a falta de qualidade dos trabalhos o justificar e atribuir prémios ex aequo.
4. Da decisão do Júri não cabe reclamação.
5. Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos por deliberação do júri.

                                                                     CAPÍTULO VI
PRÉMIOS
1. Serão atribuídos prémios aos 3 concorrentes/equipas melhor classificados.
2. Todos os concorrentes receberão um certificado de participação.
3. Os prémios para as equipas serão divididos em partes iguais pelos membros das equipas.
4. Os concorrentes premiados serão avisados através de notificação ao Diretor da turma à qual pertencem os vencedores.


 
 
ANOREXIA E BULIMIA: UM PROBLEMA DA NOSSA SOCIEDADE.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Prevenção contra o Tabaco

 
Não Fumes!
Fumar Mata
 
 
 
 

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

TABAGISMO


Deixar de fumar






Porque devo deixar de fumar?

Em primeiro lugar, por uma questão de saúde. Parar de fumar diminui o risco de morte prematura. Os ex-fumadores vivem em média mais anos do que os fumadores e reduzem o risco de virem a sofrer de uma doença cardiovascular, de cancro ou de doenças respiratórias graves e incapacitantes.
Vale a pena parar de fumar em qualquer idade. Os benefícios são tanto maiores, quanto mais cedo se parar de fumar.
Quais são os benefícios de deixar de fumar?
  • Após oito horas, os níveis de monóxido de carbono no organismo baixam e os de oxigénio aumentam;
  • Passadas 72 horas, a capacidade pulmonar aumenta e a respiração torna-se mais fácil;
  • Com cinco anos de abstinência do tabaco, o risco de cancro da boca e do esófago é reduzido para metade;
  • Ao final de dez anos, o risco de cancro do pulmão é já metade do verificado em fumadores, e o de outros cancros diminui consideravelmente.
  • Após 15 anos de abstinência, o risco de doença cardiovascular é igual ao de um não fumador do mesmo sexo e idade.
A aparência renovada, o hálito mais fresco, o travar do envelhecimento precoce e a poupança económica são fatores adicionais que podem motivar a sua decisão.

Como devo proceder?
Deixar de fumar pode ser difícil. Tratando-se de um hábito com dependência física e psíquica, os sintomas de privação do tabaco nem sempre se conseguem ultrapassar sem ajuda. Planeie a sua decisão calmamente e, se necessário, recorra a apoio médico. Envolva família, amigos e colegas de trabalho no processo.

Onde posso encontrar ajuda?

Consulte o seu médico de família. Ele poderá indicar-lhe medicamentos (alguns de venda livre), cuja utilização duplica o grau de sucesso de parar de fumar, recomendar-lhe apoio psicológico ou encaminhá-lo para as consultas de cessação tabágica, disponíveis em vários pontos do país.

Conselhos úteis

Querer deixar de fumar e decidir fazê-lo são os passos mais importantes. Mas passar à prática exige esforço e auto-disciplina. Algumas rotinas poderão facilitar a tarefa:
  • Fixe um dia para deixar de fumar. O estabelecimento de uma data ajuda a criar um sentimento de compromisso.
  • Anuncie aos outros a sua decisão. Envolver os que lhe são mais próximos garante-lhe apoio e solidariedade.
  • Identifique os seus hábitos tabágicos. Saber em que circunstâncias fuma habitualmente permite-lhe criar estratégias para contorná-las.
  • Elabore uma lista de motivos para deixar de fumar e releia-a sempre que pensar em desistir.
  • Aprenda a reagir à vontade de fumar. Os momentos em que sente grande desejo de voltar a fumar duram apenas alguns minutos.
  • Faça uma alimentação saudável. Se a sua preocupação é o ganho de peso associado ao abandono do tabaco, procure substituir as gorduras, o açúcar e os alimentos ricos em sal por saladas, frutas e legumes.
  • Tente evitar a proximidade de fumadores, bem como os cigarros e todos os objetos relacionados com o hábito de fumar.
  • Pratique atividade física. Não só contribui para uma boa forma física, como ajuda a combater a ansiedade e as alterações de humor próprias dos ex-fumadores.
  • Com o dinheiro que poupar no tabaco, ofereça-se uma prenda que deseje há muito tempo.
  • Se não conseguir à primeira, nada está perdido. A recaída faz parte do processo de mudança. Marque uma nova data e volte a tentar.